Finalidade: o Formulário Controle de Estoque e Apuração dos Custos das Mercadorias Vendidas vai possibilitar acompanhar o estoque de mercadorias e calcular o custo das mercadorias vendidas. Para isso é necess;ario acompanhar o estoque criando uma fixa de estoque e de apuração dos custos das mercadorias vendidas para cada produto comercializado. Em cada ficha deve ser registrado o nome da mercadoria, suas entradas e saídas.

Procedimento para Controle de Estoque
Quando receber as mercadorias dos seus fornecedores, localize as respectivas fichas de estoque e faça as seguintes anotações (vide modelo abaixo, 2o formulário):

Preencha o campo "Data" com a data de recebimento da mercadoria;
Registre a quantidade recebina no campo "Entradas (quantidade)";
Calcule o novo custo unitário e registre no campo "Custo unitário em R$".
Como calcular o custo unitário:
Custo Unitário = valor cobrado pelo fornecedor div. pelas quantidades recebidas

Valor do Estoque = custo unitário das unidades em estoque x quantidade em estoque

Novo Custo Unitário = valor cobrado pelo fornecedor + valor do meu estoque div. pela quantidade recebida + quantidade em estoque.

Também registre nas fichas de estoque as saídas da mercadoria, examinando o 1º Formulário - Acompanhamento das Vendas. Esse formulário informa quanto a empresa vendeu por mês. Logo que encerrar o movimento na empresa, anote nas fichas de estoque as baixas de mercadorias, registrando:

a quantidade vendida no campo Saídas (quantidade);
o resultado (valor) que se obtém da multiplicação da quantidade vendida (saídas) pelo custo unitário, no campo Custo das Mercadorias Vendidas.
Sempre que ocorrer uma entrada ou saída de mercadoria, apure a nova posição do seu estoque e registre a quantidade no campo Saldo em Estoque (quantidade), adicionando as entradas ao saldo anterior e subtraindo dele as saídas. Tenha a posição do seu estoque sempre atualizada.

No fim do mês, encerre todas as fichas de estoque, anotando na linha Posição no Final do Mês os seguintes dados:

Nos campos Saldo em Estoque (quantidade) e Custo Unitário em R$ repita os dados apurados após a última ocorrência do mês (seja uma entrada ou saída de mercadoria);
No campo Custo das Mercadorias Vendidas totalize a soma de valores dessa coluna. Somando o total colocado nesse campo em cada uma das fichas de estoque trabalhadas durante o mês, pode-se apurar os Custos das Mercadorias Vendidas.

2º Formulário: Controle de Estoque e Apuração dos Custos das Mercadorias Vendidas

Controle de Estoque e Apuração dos Custos das Mercadorias Vendidas
Mercadoria: Biquíni
Mês: Março/2002
Data
Entradas (quantidade)
Saídas (quantidade)
Saldo em Estoque
(quantidade)=Saldo
anterior + Entradas - Saídas
Custo Unitário em R$
Mercadorias Vendidas em R$
Saldo Mês Anterior
400
8,50
 
02
250
500
150
8,50
4.250,00
10
500
-
650
8,50
-
15
500
600
550
8,50
5.100,00
20
-
400
150
8,50
3.400,00
21
500
-
650
8,50
-
30
-
500
150
8,50
4.250,00
Posição no Final do Mês
150
8,50
17.000,00

Após o término do mês, abra novas fichas de estoque para os produtos, preenchendo os campos "Saldo em Estoque" e "Custo Unitário em R$" na linha "Saldo Mês Anterior", repitindo as informações existentes nas fichas encerredas.

Política de Estoque
Vamos falar um pouco da importância da política de estoques para a produtividade e liquidez da empresa.

As empresas geralmente estão envolvidas em um dilema: quanto a empresa deverá estocar? O departamento de vendas deseja um estoque elevado para atender melhor o cliente e a área de produção prefere também trabalhar com uma maior margem de segurança de estoque. Em contrapartida, o departamento financeiro quer estoques reduzidos para diminuir o capital investido e melhorar seu fluxo de caixa.

A melhor saída para isso é criar uma boa política de estoques, para que os interesses da empresa sejam atendidos e os clientes também fiquem satisfeitos.
O planejamento é um dos principais instrumentos para o estabelecimento de uma política de estoque eficiente. Para isso, a empresa deverá acompanhar sistematicamente:

a) os ítens em esoque, verificando lucratividade e posicionamento da empresa no mercado;
b) o recebimento e a correta armazenagem das mercadorias;
c) inventários periódicos para avaliação das quantidades e do estado dos meteriais estocados
d) o tempo de reposição de cada mercadoria.
Dimensionar o estoque significa definir as quantidades corretas de cada mercadoria que deve estar no estoque em um determinado período de tempo, para que a empresa não sofra nenhum prejuízo.Para fazer esse dimencionamento do estoque existem três instruções básicas:

1) Os produtos devem ser estocados o menor tempo possível, fato que reduz custo de manutenção e indica que o investimento feito pela empresa na compra destes produtos retornou rapidamente.
2) O estoque precisa garantir os objetivos principais da empresa, sejam eles a produção de 1.000 peças, R$ 10.000,00 em vendas ou a entrega de mercadorias no máximo em 48 horas.
3) O custo de manutenção dos estoques aumenta na proporção de sua dimensão. Isso quer dizer que quanto maior a quantidade de mercadoria estocada, maior será o espaço físico necessário para guardá-la, maior o número de funcionários necessários e maiores os gastos para controle.
Sem um adequado planejamento e uma eficiente política de estoques, a empresa fica a mercê da sorte, podendo sofrer grandes prejuízos.
LEMBRE-SE: Estocar mercadorias por muito tempo é um fator de diminuição da lucratividade da empresa.